EU VENCI O CÂNCER DE MAMA: A força e a perseverança fazem toda a diferença na luta – Prefeitura de Cláudia

EU VENCI O CÂNCER DE MAMA: A força e a perseverança fazem toda a diferença na luta

Marisa, mãe de três filhos, não se deixou abater pelo susto inicial da doença e lutou bravamente contra o medo

“Eu ia ser avó e também já estava enfrentando a fase final da doença da minha mãe. E pensei, meu Deus, por que agora? Mas logo me enchi de força e segui meu tratamento”, diz Marisa ao relembrar o momento em que recebeu o diagnóstico de câncer de mama.

A comerciante diz ainda que o diagnóstico precoce salvou sua vida. Como ela já possuía um histórico familiar com a doença, a partir dos 40 anos realizava os exames periódicos a cada seis meses.

“Quando o médico descobriu o meu câncer, era tão pequeno que não aparecia no ultrassom, mas fizemos uma cirurgia de retirada. Não foi fácil, minha filha mais velha sempre esteve ao meu lado, com muita coragem e força, mas para o meu filho foi e é muito difícil, até hoje ele evita falar sobre o assunto”, lembra.

Marisa diz ainda que foi um grande baque quando os cabelos começaram a cair. “Foi um susto, mas eu logo pensei ‘sempre fui bonita, não é isso que vai me abater”, ressaltou.

Para quem está em busca do diagnóstico ou está em tratamento, ela lembra que o processo é difícil, mas não impossível.

“Mulheres, eu venci o câncer e você também pode vencer. Juntas somos mais fortes”.